Alterar foto de capa
Alterar foto de capa
registrar nascimentos é uma honra indescritível, pois vai além de simples fotografias, é uma oportunidade para grandes mudanças de paradigmas.
Este status da conta do usuário é Approved

This user has not added any information to their profile yet.

Curitiba
PR
Fotografia
Parto domiciliar, Parto hospitalar
Gestação, Nascimento, Recém nascido, Família
Sim
Logo empresa
Márcia Kohatsu

Workshop Fotografia de Parto, Além D\'olhar Fotografia, Presencial, 2015.

Fale com Márcia


Sobre Márcia Kohatsu

A fotografia, velha companheira, está comigo desde a infância, e se tornou minha profissão desde 2013. Meu foco de atuação é registrar histórias de famílias, e para mim o nascimento é uma dessas histórias, a história que faz meu coração bater mais forte. Tenho um amor imenso por poder fazer parte da vida de tanta gente registrando suas vidas. Encapsulando o tempo em forma de imagens.

Em 2014 iniciei um projeto chamado À Luz do Parto, que tem o intuito de registrar nascimentos respeitosos e através das imagens poder informar e transformar as pessoas. Observei que a maior parte delas tem medo do parto por pura falta de informação de qualidade e vi que através do meu trabalho eu poderia contribuir para a grande mudança de paradigma pelo qual o mundo está passando. De mostrar este retorno das mulheres à sua ancestralidade, e permitir que o empoderamento e o protagonismo registrados possam despertar outras mulheres para à sua força, para a simplicidade que foi perdida por estarmos tão distraídas, para a confiança de que seus corpos sabem parir e seus bebês sabem nascer.

Depois que entendemos que nascimentos respeitosos e amorosos podem realmente mudar as pessoas, entendemos que essas novas pessoas mudarão o mundo.

E desde então fui tomada por este universo e esta tem sido a minha missão, que abraço com todo o amor e gratidão.

Desde de que comecei fotografar partos tenho participado de algumas exposições no Brasil e no exterior. E algumas imagens correram o mundo sendo compartilhadas por centenas de pessoas em diversos países. Fico muito feliz em ver a mensagem sendo pulverizada!

Sou formada em Musicoterapia, era violinista, e acredito que todas essas experiências me permitem hoje olhar o ser humano de uma forma menos fragmentada, mais holística, e isso se expressa em minhas fotografias, na forma como enxergo o mundo e como me relaciono com as pessoas, tentando ser inteira, sutil e muito verdadeira.